Curta e compartilhe!

Vem,
quero envolver-te,
na alegria do abraço amante,
abrigar-te,
na maciez de versos
descomplicados.

Vem,
não adie o instante,
bebe certeza,
nas fontes deste verso
que te ofereço
para descansar.

Vem,
há flores aprontando-se
para te esperar,
cheias de perfumes, encantos,
cores, carinhos.
Nos caminhos de espanto,
há uma luz na estrada,
indicando espinho.

Vem,
não há explicações para o amor
nem dúvidas no ar,
promessas escorregam
pelos meus cabelos,
manchados de luar.

(Visitado 130 vezes, 1 visitas hoje)