Curta e compartilhe!

Pelo que se vai se vendo por aí, parece que a culpa é inerente ao Humano e colocar a culpa no outro, também. Tudo começa em Gênesis, no inicio, no jardim do Eden.Adão diz que não foi culpa sua e sim de Eva, Eva por sua vez disse que a culpa foi da serpente, se perguntado a serpente aposto que ela teria culpado o próprio Criador. E assim caminha a humanidade… A culpa sempre é da mãe, do pai, do professor, do médico, do outro cônjuge,etc etc , porém minha, jamais!

Imaginamos, muitas vezes, que nossa dor emocional ou nossos sofrimentos surgem sempre da ação de outros. Porém, a verdade seja dita, não são os outros ou outras coisas que nos causam a infelicidade. Somos nós mesmos, sim, você é quem produz esta dor emocional.

Pessoas já bem mais conscientes, esclarecidas aceitam o sofrimento como algo a se “descobrir”, isso mesmo, pensam por que estou nesta condição? O que me levou a passar por esta situação? Por que não mudo? Que prazer é este que estou tendo com minha dor?

Visto que você não muda de posição, fica na esfera da dor emocional, deve então estar tendo algum tipo de ganho. Mas é claro, a culpa é sempre do outro… Não sou feliz porque meu marido não me dá atenção, não sou feliz porque minha professora me persegue, não sou feliz porque não tenho namorado, até mesmo coloca-se a culpa em Deus! E quem disse que Deus quer seu sofrimento? Você é que esta aí parada sem fazer nada, só falando das mazelas de sua vida e pondo a culpa no outro. Depois as pessoas comentam “aí coitadinha, o marido dela é péssimo” e, todos ficam com uma peninha de você! Coitada!

De qualquer forma, parece que temos sempre a necessidade de sermos a vítima de uma situação. Nunca chegou perto de mim alguém e disse: “EU puxei o tapete de fulano”. “EU traio cicrano”. “EU fiz a opção errada.”

Aliás, eu nunca faço a opção errada! Foi o outro que mudou! Eu nunca erro! Eu sei o que estou falando! Eu sempre fui sincera! Eu sempre fui “Boazinha”! Estas sim são palavras e frases que usamos. Sou inocente e a culpa é do outro. Simples assim.

Relaxa por a culpa no outro, né?

È bom você começar a rever as situações, não dê para o outro o que é seu, nem mesmo a culpa. Você está porque você quer, tem porque você quer, sofre porque você quer.

Nikos Kazantzakas uma vez disse: “Temos nosso pincel e tintas – pintemos o paraíso, e entraremos nele ou podemos nós mesmos pintar o inferno e fazer parte dele.”

Se optarmos, verdadeiramente, a não ser desta forma ou daquela, se optamos por menos dor sentimental, devemos compreender que a opção é nossa, tanto de ficarmos nesta situação ou sairmos dela. Portanto culpar nossos amigos, familiares, professores e Deus não levara a nada só a sua auto piedade e busca da condição de vitima, fora que relaxa, né?
http://walnei.arenque.zip.net/

(Visitado 5.109 vezes, 1 visitas hoje)