Curta e compartilhe!

Há algum tempo percebi que amava um rapaz que faz parte do meu círculo de amizade e pessoas conhecidas potencialmente confiáveis. Por medo, optei em não revelar o que se passava comigo até porque sou muito insegura, tímida, a típica menina com “Síndrome do Patinho feio”. Então recalquei o mais que pude o que sentia, sofrendo muito em consequência disso.

Ano passado,ele pareceu se interessar por mim, mas o dispensei ao temer uma armadilha, já que ele tem como pior defeito gostar de expor as pessoas ao ridículo. Um mês depois, ele começou a namorar (segundo amigos íntimos ele não gostava muito da pobre moça, empurrava o romance “com a barriga”) e mergulhei num mar de tristeza, fingindo-me forte quando tudo o que eu conhecia parecia desmoronar.

Comecei a tratá-lo mal, ser fria e arrogante, calcando-o sob os meus pés e ficamos sem trocar palavra por alguns dias. Depois, tudo se normalizou e vi que o que de melhor eu tinha a fazer era seguir com minha vida e esquecê-lo.

Atualmente, nos falamos quase que todos os dias através de msn, discutimos por bobagens, tiramos sarro um da cara do outro como bons amigos, embora eu tenha em mente que devo tomar coragem e fazê-lo perceber o que sinto.

Não sei como, e espero obter ajuda se alguém puder me apontar um caminho seguro para tal.

(Visitado 331 vezes, 1 visitas hoje)