Curta e compartilhe!

Cresci ouvindo que existem dois tipos de homens:
os galinhas incorrigíveis e os homossexuais. Amadureci minhas idéias, meus valores, mas ainda sim, tornei-me descrente, incrédula.

Descontente com as relações, com as pessoas;
Incapaz de pedir desculpas,
Incapaz de perdoar e compartilhar,
Incapaz de amar;

Intolerante, resistente,
persistente aos erros e ás confidências.

Hoje mais madura e não menos ferida,
compreendo que existem inumeras facetas, inumeras personalidades e diversos tipos de homens…

Há sim, os galinhas incorrigíveis e os homossexuais,
Mas também posso citar, aqueles que são doces e acreditam no amor e na sua imortalidade,
os feridos,
os descrentes,
os divorciados,
os malucos e…
os que estão “fechados pra balanço”.

E é justamente disso que gosto,
É justamente o que procuro, essa diversidade…
Essa pluralidade, só que em um única pessoa.

Aquele que será capaz de ser meu amigo, meu companheiro…um parceiro.
Será capaz de suprir meus desejos mais íntimos, minhas fantasias e vontades.
Perceberá que também tenho inúmeras facetas.
Enxergará além do óbvio.
Estará em uma mesma sintonia e desejando o comum.

Seremos únicos e perfeitos…

Cheios de medo e com algumas incorrências, mas não menos especial e sincero.

Intenso,
Enlouquecedor,
Desejável,
Maduro e…
Incompreensível para a grande maioria.

Este é o meu Grande Desejo!

(Visitado 393 vezes, 1 visitas hoje)