Curta e compartilhe!

A linguagem do amor

A geração de poetas já atravessou mais de 3000 anos de existências, e vai muito mais alem, pois Deus criou o homem e a mulher e os colocou num jardim cheio de vida cheio de plantas exóticas, que não existem mais na natureza. Mas o que isso tem haver com poetas?

Bom, um criador criou dois seres e estes foram entregues á mercê do amor, ainda o criador os coloca num jardim florido, num paraíso, como não tem nada haver com poetas? Um casal num paraíso já é uma poesia.

A maçã é uma fruta tentadora, e muitos supõem que foi uma maçã que Eva comeu, ela comeu algo belo á vista, e estava com seu esposo num lugar belo, um paraíso.
Agora veja bem o derivado da palavra poesia, o que desperta o sentimento do belo, ou caráter que eleva a alma.

Deus fez só coisas belas, são as pessoas que as tornam desprezíveis, tudo que é belo na vida está perdendo o valor, devido á uma epidemia chamada corrupção moral. Ou seja, a mente das pessoas está contaminada com muitas coisas profanas e imorais, o forte hoje são as literaturas perniciosas e imorais, de bruxarias e etc.
Os livros de poesias na sociedade e hoje perderam muito o seu valor literário. Somos poucos que dedicamos nossas energias e tempo escrevendo palavras belas que alimentam a alma, estamos vivendo como se os sistemas educacionais do mundo todo abolissem o estudo e a prática de literatura poética de seus currículos educacionais, principalmente por causa da febre epidêmica chamada internet, onde se adulteram ou Prejudicam os autores poetas.

No entanto a poesia sempre foi e será uma forma de expressão da linguagem humana, sempre que algo causa impressão ou sentimento no ser humano.
Nas primeiras civilizações quando a linguagem humana ainda era uma criança, o homem já procura por meio da linguagem poética expressar a sua admiração satisfação, gratidão, a Deus ou á pessoa muito especial em sua vida.

Vamos começar fazendo referencias á Heródoto e Homero, nossos patriarcas gregos, famosos por escrever obras incríveis na antiguidade, de 900/800 a.C Heródoto descreveu as famosas batalha do mundo grego nos anos 400 a.C. já Homero escreveu ilíadas e odisséia.

Desde a pré-história a raça humana tem usado a escrita principalmente por meios de poesias o seu momento de enternecimento motivado pela a alegria, alegria, dor, ou vitória.
Porém o povo que mais se destacou na poesia, não foi o povo grego, sim o povo hebreu, fato que comprova, são os salmos, os provérbios de Salomão. 1010/931 A.C.

O teólogo Almir dos Santos fala que o livro dos salmos é o patrimônio da humanidade pela as belezas de seus poemas e fala ainda “à medida que um povo se volta para reflexões desta natureza, ele é naturalmente levado a manifestar esses sentimentos por meio de uma linguagem diferente inspirada, a linguagem dos anjos”.

Eu digo a poesia é a linguagem do amor, porém hoje a linguagem do amor está perdendo espaço para a linguagem da depravação e corrupção moral. As leituras perniciosas e imorais, algo que jamais deveria está acontecendo, mas infelizmente as vitimas mais atingidas são as crianças, por causas dos conteúdos que exibido sem restrições.

No meu primeiro livro de poemas eu deixei gravado que não vale à pena gastar nosso tempo ou talentos naquilo que não edifica, em coisas que ao invés de construir só faz é destruir a moral da sociedade.

Em relação á poesias e obras de autoestimas, são aconselháveis não só escrever como incentivar e ler e a escrever.

Creio que a poesia sadia dever ser incorporada no âmbito educacional como as demais matérias são aceitas, a poesia é a linguagem do amor, o amor é um ser sagrado que não tem parte na prostituição, violência, e outros tipos de comportamentos frutos de leituras imorais e perniciosas.

Meu convite é que todos abracem á pratica de leituras poéticas, porque a poesia é a linguagem do amor.

http://poetalovenyl.comunidades.net

(Visitado 2 vezes, 1 visitas hoje)