Curta e compartilhe!

“Agradeço ao destino por ter-me feito nascer pobre. A pobreza foi-me uma amiga benfazeja; ensinou-me o preço verdadeiro dos bens úteis à vida, que sem ela não teria conhecido. Evitando-me o peso do luxo, devotou-me à arte e à beleza.” (Anatole France)

(Visitado 59 vezes, 1 visitas hoje)

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0