Curta e compartilhe!

Bom, muitas pessoas se perguntam, o por que da minha existência, por que interfiro tanto na vida delas, por que muitas vezes, sou o pivô de muitas separações e empecilho para grandes histórias de amor??? A resposta é bem simples, eu só ajo quando alguém me dá lugar e só tomo conta quando alguém deixa.

“…Eu sou uma personalidade, quando acho um lugar onde o espaço é grande, eu me instalo com a maior facilidade, cabe ao dono do lugar estipular o espaço onde devo ficar, mas se ele não se preocupa com o espaço, eu fico com ele todo pra mim.

A minha presença é muito forte, eu sou um item indispensável na relação humana das pessoas, ás vezes, sou confundido e ou talvez, até mesmo “mascarado” com o bom senso, a reserva, a moral, mas eu sou bem mais forte que tudo isso, as barreiras vencem a moral, as pessoas reservadas e de bom senso, mas timidez sempre bloqueia tudo isso.
Sempre achamos justificativa para tudo, por não tomarmos atitudes no nosso dia-a-dia, por não sermos felizes no trabalho, no namoro, no casamento, na vida inteira, mas a justificativa é bem simples, sou eu, a timidez, que não deixo as coisas acontecerem como devem.

Ás vezes, eu confesso, que sou cruel, já impedi muitas vezes que, pessoas que se amavam não ficassem juntas pelo simples fato de, EU, existir no meio delas, eu fui mais forte que eles e não deixei que fossem felizes, já destruí casamentos, relações antigas e novas, por pessoas que não tiveram ousadia de me enfrentarem e deixaram que mais uma vez, EU, agisse e seus relacionamentos esfriassem, porque deixaram que EU tomasse conta.

Mas não acho que seja uma crueldade da minha parte, afinal de contas, os sentimentos e personalidades foram criados, cada um com sua função, mas DEUS nos deu livre arbítrio para agirmos da forma que quisermos, apenas faço o que me foi resignado.

Mas agora, também confesso, que admiro aqueles que me enfrentam, aqueles que lutam por tudo que desejam, sonham e amam, não pensem que seja muito fácil me enfrentar, pois eu não largo mão um só minuto e tento vencer até o fim, mas esses, os que gostam de desafios e não tem medo de diversidades e riscos que a vida impõem, são mais fortes que eu, esses, até que eu não insisto tanto, pois sempre acabem me vencendo, muitos recorrem a mim novamente, vem chorando arrependidos, mas a maioria não, eles tem como lema “Pior é a luta que não se enfrenta” ou “Mais vale a lágrima na derrota, do que na vergonha de nunca haver lutado”, esses, tenho que admitir, são verdadeiros guerreiros, porque conseguiram me vencer e saíram em busca de sua felicidade.

Sou como alguém que chega “botando a maior banca” e se você não se impor, eu vou ficando, ficando até que fica difícil me mudar de lugar, mas posso dizer um segredo meu, tenho respeito pela vontade das pessoas e sei qual é o meu lugar quando é dado, cabe a você me dizer qual é e impor como, quando, onde e porque devo agir, afinal de contas, o ser humano precisa de um equilíbrio, ele não deve ser tão “extrovertido e extravagante” nem tão “introvertido e extremista”, nisso também entendo, as pessoas também recorrem a mim, nesses casos.
Só queria me apresentar e dizer pra que vim, cabe a você estipular o quanto devo agir na sua vida, dependendo disso, você saberá se será feliz ou não…”

Esse é um relato que criei sobre esse mal que a todos assombra, A TIMIDEZ.

Os tímidos, muitas vezes perdem muitas oportunidades na vida, em todos os aspectos, profissional, social, espiritual e principalmente sentimental.
Digo isso por experiência própria, por ter perdido muitas vezes, respostas que me salvariam do abismo, pessoas que se foram ou talvez nem chegassem a vir, por causa dela.

Ás vezes, perdemos oportunidades de termos cargos melhores em nossos empregos, por termos vergonha de apresentar novas idéias, que talvez seria algo que nos fizesse crescer lá dentro, oportunidades de ganhar um amigo por termos vergonha de conversar com pessoas, perdemos oportunidades de sermos usados por Deus, simplesmente conversar com ele e mostrar como verdadeiramente somos por dentro, por timidez, apesar de DEUS saber tudo o que acontece conosco, e principalmente, perdemos a chance de amar alguém, porque somos tímidos e não temos coragem de falar sobre nossos sentimentos.
É tão maravilhoso falar sobre nossos sentimentos, não sei o que há de mal nisso, devíamos é ter vergonha de não ter coragem pra se falar sobre eles.

Isso é talvez, o que mais aflija o coração das pessoas, o medo de falar o que se sente e com isso, acabamos afastando de nós pessoas que poderiam se tornar importantes em nossas vidas ou muito mais importantes do que já são.
O medo de arriscar, o medo da rejeição, o medo é o maior indício da timidez, medo de ver o que as pessoas vão pensar, ou se aquela pessoa vai rir ou não vai entender, e pensamos “o que ele(a) vai pensar de mim?” “o que vai fazer se souber?” “será que vai se afastar?”, eu sei, passam mil coisas na nossa cabeça, mas sempre pensamos o pior, isso é o que mais leva as pessoas a se calarem, a se esconder da verdade, a esconder o sentimento, o pessimismo nos leva para trás, nos leva a perder, nos leva a sofrer.

Mas isso tudo, é pra mostrar como nós somos egoístas com nós mesmos, deixamos nossa felicidade escapar por causa de nossos medos, impedir que talvez, muitas coisas boas aconteçam.
A vida é feita de riscos, mas é preciso viver a vida em cada instante, cada momento, cada dia, como se ele não fosse durar pra sempre, viver como se não houvesse o amanhã, viver sem medo de ser feliz, fazer o que se tem vontade, falar com quem se quer falar e amar a quem se quer amar, é principalmente, amar a quem se que amar.

O maior inimigo da timidez é o amor, quando se ama, se perde a vergonha e o medo de arriscar, se você ama de verdade, quem quer que seja, lute por esse amor e não deixe que a timidez leve a sua felicidade pra longe, pode ser inevitável e irreversível.

(Visitado 2.731 vezes, 1 visitas hoje)